terça-feira, 17 de novembro de 2009

Fotos do último encontro do GESTAR II - Sorriso - MT


Décimo quarto encontro do GESTAR II - Sorriso - MT


Na data de 14 de novembro de 2009, realizamos nosso encontro final do GESTAR II na cidade de Sorriso – MT. Planejamos para esse último momento as apresentações dos projetos desenvolvidos nas escolas envolvidas com o curso.

Organizamos as apresentações de forma livre, deixando a vontade os cursistas para suas apresentações, ao todo houveram 13 projetos apresentados, envolvendo as escolas e os professores de Matemática , Língua Portuguesa e outras disciplinas que também contribuiram para a realização desses projetos.

Pedimos no início do encontro para preencher o formulário para facilitar nosso trabalho, onde o formador utilizando critérios para uma ordem de apresentação.

O coordenador do GESTAR II, em nossa cidade, professor Julius registrou em sua fala na abertura dos trabalhos a valorização dos professores que neste curso buscaram aperfeiçoamento e que a Educação em nosso município está orgulhosa pelo empenho e trabalho realizado, que mesmo tendo uma rotina cheia de obrigações e atribuições os professores cursistas do GESTAR II conseguiram chegar ao final do curso cumprindo com eficácia suas obrigações, então afirmou que todos estão de parabéns pela ótima jornada de estudos.

O formador, professor Welton comandou as apresentações, que seguiram conforme os temas a seguinte ordem:

- Comunidade escolar, proliferando informações para conservar a vida.... E não proliferar a Dengue;
- Mundo dos decimais;
- Horta Orgânica para uma comunidade sustentável;
- Escola atrativa,
- Xadez;
-Boa alimentação
– Vida saudável;
- Mulher e Trabalho,
- Transito,
- Como trabalhar a Língua Portuguesa em Sala de Recursos;
-Reciclagem de Papel,
- Leitura dramatizada;
-Educação para o trânsito;
- As várias formas de leitura na reprodução escrita do livro “Na rota do perigo”, de Marcos Rey.

Terminada as apresentações, o professor Welton pediu a formadora de Língua Portuguesa , professora Claudia Natal, que falasse ao grupo . Na sua fala agradeceu pela convivência harmoniosa e pela oportunidade de compartilhar conhecimentos.Ao final do encontro houve as últimas orientações para fechamento dos registros das obrigações pendentes e a avaliação do GESTAR, que juntamente com o CEFAPRO, foi realizado através de registro escrito.

O professor Welton agradeceu a todos pela presença, participação e registrou sua admiração e respeito a seus colegas professores cursistas. Para uma homenagem motivadora apresentou uma frase reflexiva:

Em seguida apresentou o vídeo O PODER DA VISÃO, pedindo a todos que permitissem que a mensagem chegasse a seus corações.


(clic e sinta a emoção dessa mensagem)

video

Como última mensagem, convidou a todos que no próximo ano as pontes construídas entre os professores, escolas e alunos continuem com o trânsito de idéias e estudos para o bem da Educação do município de Sorriso, do estado de Mato Grosso e do Brasil.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Décimo terceiro encontro do GESTAR II- Língua Portuguesa

03-11-2009 TP 2
Unidade 07 - A arte formas e função
Unidade 08 - Linguagem figurada
Demos início ao encontro fazendo uma análise das obras de arte que aparecem na unidade 7
TP 2.
O cursistas comentaram as riqueza sobre cultura trazida pela TP. Eles registraram a importância dos alunos contemplarem uma figuara e através dela criar um texto oral.
É papel do professor despertar a curiosidade dos alunos e o interesse pela arte, questioná-lo qual a mensagem que a referida obra quer traduzir e seu ponto de vista sobre o que está sendo analisado.

Descrever uma obra de arte, produzir uma poesia, escrever um texto, tudo faz parte do aprendizado do aluno. Na oficina foi interpretada e muito discutida a charge a seguir.















Décimo segundo encontro do GESTAR II- Língua Portuguesa

31-10-2009 TP 2
Unidade 05 - Gramática e seus sentidosUnidade 06 - A frase e sua organização

Começamos o encontro comentando as atividades sugeridas nas unidades 5 e 6 . A gramática e seus vários sentidos. No momento os cursistas comentaram nas dificuldades que os alunos encontram entre a linguagem trazida de casa e aquela que a escola oferece, sabemos que na grande maioria das vezes o aluno reproduz nos textos sua linguagem diária.

Cabe a escola amenizar essas dificuldades, incentivando-o a leitura e a oralidade com aulas expositivas e trabalhos em equipe.

Na troca de experiências dos avançando na prática os cursistas puderam aproveitar os relatos dos colegas e compartilharam suas angustias e alegrias na difícil tarefa de ensinar. O professor quer sempre o melhor para seu aluno, cabe ao aluno aproveitar cada momento desses.
Na oficina realizamos as atividades propostas pela TP.
















Décimo primeiro encontro do GESTAR II- Língua Portuguesa

24-10-2009 TP
1Unidade 03 - O texto como centro das experiências no ensino da língua
Unidade 04 - A intertextualidade

Iniciamos a oficina com a leitura da fábula “as sete maravilhas do mundo”, recortado o último parágrafo, assim cada cursista após a leitura teria que listar, o que para ele, eram as sete maravilhas do mundo.

Terminada a leitura e feita a lista, os cursistas leram o que para eles eram as sete maravilhas do mundo, só depois foi distribuído o último parágrafo da fábula original.

Foi um momento de reflexão porque muitas vezes valorizamos algo e deixamos de dar valor naquilo que é realmente essencial.

A seguir os cursistas trocaram experiências apresentando os avançando na prática aplicados em sala.

Na parte 3 da oficina lemos a fábula “A língua” e desenvolvemos atividade sugerida pela TP.
AS SETE MARAVILHAS DO MUNDO
Um grupo de estudantes estudava as sete maravilhas do mundo. No final da aula, lhes foi pedido que fizessem uma lista do que consideravam as sete maravilhas. Embora houvesse algum desacordo, prevaleceram os votos:
1) O Taj Mahal
2) A Muralha da China
3) O Canal do Panamá
4) As Pirâmides do Egito
5) O Grand Canyon
6) O Empire State Building
7) A Basílica de São Pedro







Ao recolher os votos, o professor notou uma estudante muito quieta. A menina ainda não tinha virado sua folha. O professor, então, perguntou à ela se tinha problemas com sua lista. Meio encabulada, a menina respondeu: — Sim, um pouco. Eu não consigo fazer a lista, porque são muitas as maravilhas.
O professor disse: — Bem, diga-nos o que você já tem e talvez nós possamos ajudá-la. A menina hesitou um pouco, então leu: — Eu penso que as sete maravilhas do mundo sejam:
1 — VER
2 — OUVIR
3 — TOCAR
4 — PROVAR
5 — SENTIR
6 — PENSAR
7 — COMPREENDER






AMAR